Domingos Montaigner sacode sacode e desperta palhaço sonâmbulo

21 de setembro de 2016
Eu + Elle . Morro da #coincidência

Eu + Elle . Morro da #coincidência

POR AUGUSTO BEZERRIL 

Uma coisa interessante na vida é a forma com lidamos com as coincidências. Assisti a um vídeo da Eloysa Simão professando, seguindo as novidades do neurmarketing, que os opostos não se atraem. Eu fiquei pensando, por aqui, a atual beligerância planetária. Pensei comigo mesmo: mas os opostos deveriam se respeitar, óbvio, respeitando diferentes distâncias. Pessoas que se amam também. Amar é também desejar a pessoa amada feliz num raio de milhas e milhas de distância. Quem ama alguém transformado em luminosidade entende desse sentimento sobre o qual estou falando. Pensa tal como eu? Não é coincidência.

Geová Rodrigues lembrou, conversando comigo, termos assistido a uma performance do ator Domingos Montaigner. Lembrei-me ter esquecido. Pois bem. Por obra e graça do amigo, relembrei o instante no qual Montaigner abriu desfile da coleção de roupas da Havaianas, interpretando um caixeiro viajante. O ator contava como a “simples ” chinela de dedos se converteu em elemento fashionista mundial. Pazzeto, diretor do show, acertou em cheio. Foi lindo. Singelo e simples. Geová brinca que simples como eu. Direto a sorrir. A gente sempre na palhaçada. Domingos é um palhaço encantado. E o circo tem de viver. Sou um palhaço. Tenho instantes de  “sonâmbulo” o picadeiro.

Tudo eu pergunto a Bruna. Será que sou de sair meio dormindo, meio acordado. Eu sonho (risos!).  Acredito ser sonâmbulo, mesmo. Especialmente nas situações nas quais há elemento diverso ao que chamamos “good vibes”. Fui péssimo aluno de Biologia Péssimo no citoplasma. Há uma teoria segundo a qual somos o “espermazoide” vencedor.  Entre vários, você foi  e é, até virar estrela, aquele tal puxado para vida real. Sim, você chegou ao óvulo. Não gosto de confusão. Tenho aflição à disputas. E tenho a certeza de, ao meio da confusão formada pelos meus irmãozinhos, levei um empurrão e fui dragado para o óvulo. E, sem entender muito daquela confusão, estou aqui nesse mundo.

Ai, mundo de confusão. Mas a gente se diverte.

PH / Cedida